Blog

Dare to Change! Atreves-te a mudar?

Banner article blog

Quantos de vós aí desse lado acreditam que a forma como pensamos afeta a nossa vida? Ou, dito de outra forma, quantos de vós acreditam que os nossos pensamentos moldam a nossa realidade? 

E dentro destes últimos, quantos acordaram hoje e, conscientemente, criaram uma intenção para o seu dia, para o seu futuro? Muito poucos talvez… será que é porque não acreditam verdadeiramente nisso?

De acordo com a neurociência, o nosso cérebro é um ARTEFACTO DO PASSADO. É organizado para refletir tudo aquilo que já sabemos sobre a vida – para registar o nosso ambiente e por isso, está sempre preso ao que já sabe, ao que conhece.

É para todos nós muito óbvio que, quando nascemos, vimos equipados de origem com a capacidade de crescer fisicamente. O que se calhar não é tão óbvio, é que também vimos equipados com a capacidade de crescer mental e emocionalmente, se bem que muitas vezes, não as exercitemos.

Acordamos de manhã, desligamos o despertador com o mesmo dedo que utilizámos ontem, com o mesmo dedo de todos os dias… levantamo-nos da cama, calçamos os mesmos chinelos ou vamos descalços como todos os dias, vestimo-nos como esperam que nos vistamos, bebemos o mesmo café de sempre, conduzimos para o trabalho usando os mesmos trajetos, encontramos as mesmas pessoas que despertam em nós as mesmas respostas emocionais.

Fazemos sempre as mesmas coisas que tão bem sabemos fazer; somos experts em rotinas porque as memorizámos e somos mesmo muito bons nisso!

Depois â noite voltamos para casa, para no dia seguinte fazermos tudo de novo, exatamente da mesma forma.

O nosso cérebro mudou algo nesse dia? Não!

Estamos sempre a pensar os mesmos pensamentos, a realizar as mesmas ações, que criam as mesmas experiências, que produzem as mesmas emoções, mas secretamente esperamos que algo mude nas nossas vidas. O ambiente desperta diferentes circuitos no nosso cérebro e então começamos a pensar igual a tudo o que sabemos – a tudo o que está no ambiente. Se estamos sempre a replicar, a reproduzir mais do mesmo, os nossos resultados serão também, sempre, mais do mesmo.

Para mudar, para verdadeiramente mudar, é preciso pensar maior que o ambiente e para isso é preciso criar espaço na nossa neurologia para que novos caminhos se abram. A rotina cria estrutura mas mata a criatividade e por vezes é preciso levar o cérebro para aquele lugar que alguns designam como KNOW NOTHING STATE, ESTADO DE FLOW, COACH STATE ou similar e que se caracteriza por um desligar da mente consciente e uma abertura a todas as novas possibilidades.

Hoje quero desafiar-vos a escolher uma estrada diferente para regressar a casa; comer ou beber algo que nunca experimentaram antes; conhecer uma nova pessoa; percorrer um novo caminho; escovar os dentes com a mão oposta àquela com que o fazem todos os dias. 

O desafio é atrevermo-nos a mudar!


Paula Trigo
Founder & CEO Xpand Pro | NLP Master Trainer | Coach Master Trainer | Leadership & Performance Enhancer

paulatrigo@xpand.pt | www.xpand.pt | www.paulatrigo.com